Certificação de Conhecimentos

O PROGRAMA

A certificação vem sendo utilizada no Brasil e no mundo como forma de reconhecimento e legitimação de competências possuídas pelos trabalhadores, independentemente da forma como as tenham adquirido, seja no ambiente de trabalho ou por meio de ações alheias à educação formal ou corporativa.

A certificação de conhecimentos foi inserida no Sebrae como um mecanismo indutor da formação continuada dos seus colaboradores, com foco nos conhecimentos estritamente relacionados com o negócio da instituição e orientador das ações de educação corporativa.

De um ponto de vista mais amplo, a certificação visa manter a atuação do Sebrae compatível com a evolução do conhecimento e com as exigências da complexidade da sociedade contemporânea.

A certificação será para você, colaborador, uma forma de obter a validação e o reconhecimento formal dos conhecimentos adquiridos ao longo da sua vida profissional e, a partir desse resultado, direcionar suas ações de desenvolvimento, na medida das suas necessidades em especial daqueles usados na criação e execução de suas atividades no Sebrae.

Nesse processo, ganha o cliente, que recebe um atendimento mais qualificado; ganha o colaborador, que se desenvolve na direção das expectativas do Sebrae; ganha o Sebrae, que será percebido como uma instituição que valoriza os saberes das pessoas aplicados à realidade dos seus clientes.

Todo o processo de certificação é de responsabilidade do Sebrae Nacional. Cada Sebrae/UF definirá como as certificações serão incorporadas em suas estratégias e sistema de gestão de pessoas.

Conheça mais sobre a certificação de conhecimentos:

  

O PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO

A certificação de conhecimentos do Sebrae tem como características:

- Ser voluntária;

- Ser válida por um tempo determinado;

- Não comparar indivíduos (sem comparações estatísticas);

- Ter foco no conhecimento do negócio do Sebrae; e

- Ser desenvolvida de acordo com a realidade do colaborador.

 

A chamada para a certificação sempre é realizada pelo lançamento do Regulamento. A cada regulamento são divulgados:

- Quais serão as temáticas a serem avaliadas;

- O conteúdo programático de cada temática;

- Os critérios de avaliação;

- As condições em que o colaborador demonstrará ou comprovará a aptidão exigida; e

- As questões logísticas das provas.

 

Até a data da avaliação, o colaborador tem total liberdade para escolher a forma como se atualizará nos aspectos em que ainda não se sente confiante.